$type=grid$show=home$count=5$label=0$tbg=black$meta=0$snip=0$rm=0

Crítica | Supergirl: Pilot/Strong Together

Eu sei que o piloto saiu já tem algum tempo, mas como na época o NerdSide era só uma ideia vagando pela minha mente, não pude fazer um review. Mesmo depois que o blog foi criado não escrevi sobre, simplesmente porque não tive tempo. Mas como eu não conseguiria falar sobre o segundo episódio sem pelo menos mencionar o piloto, vamos ter um review duplo!


image

Pilot

Eu lembro muito bem quando o trailer de Supergirl foi lançado, entendemos que seria algo mais leve e cômico do que Arrow ou The Flash, mas isso não era ruim. Sem o tom sombrio que, ultimamente, a grande maioria associa quando vê o anuncio de uma nova série baseada em HQs, muita gente questionou Supergirl e quando o episódio piloto ”vazou”, foi um mar de críticas. Mas ela chegou e passou por cima de todo mundo, demonstrando que existe espaço para as garotas em um mercado cada vez mais dedicado aos homens. Então qual o problema com a “garota” em Supergirl?
O que você vê de ruim na palavra garota? Eu sou uma garota e sua chefe, e poderosa, e rica, e gostosa, e inteligente. Então se você vê Supergirl como qualquer coisa, menos excelente, o problema verdadeiro não é…você?
O trecho acima é falado por Cat Grant, CEO da CatCo, empresa onde Kara trabalha. Ela disse isso pra própria Kara quando esta questionou o “garota” em Supergirl (Acho que Super-Garota ou Super-Menina não ficaria muito bonito, então vamos manter o Supergirl). O problema que todos apontaram na série foi com relação às motivações de Kara, que muitos julgaram ser infantis. Deus me livre uma super-heroína querer ter um namorado ou ter um emprego no ramo da moda. Odeio ser a pessoa a te contar isso, mas Smallville foi simplesmente Clark Kent buscando descobrir mais sobre suas origens, enquanto se preocupava com a menina mais bonita da escola.

Eu gostei que esse episódio piloto tenha sido Kara em uma preparação para algo maior, mas não com um tom sombrio ou sério demais. Consegui sentir em Supergirl, a inclusão de uma garota forte, mas que quer amar, ser amada e reconhecida. Querer diminuir a importância de uma personagem feminina só porque ela não faz o papel durona o tempo todo é tão ruim quanto não ter uma personagem feminina.

Entendido isso, podemos analisar o episódio e os acontecimentos. Fiquei feliz em ter uma menção ao Superman (e até mesmo uma aparição), de uma forma que não desmerece a Supergirl e nem tira o brilho dela. O plot central parece estar focado em outros alienígenas e no desenvolvimento de Kara, enquanto trabalha ao lado da irmã. No primeiro episódio Kara já saiu voando (2bjsSmallvile) e provou que pode sim proteger National City. Fora isso é legal notar a forma como eles mostraram a origem da Kara, através de flashbacks (que eu ainda odeio em Arrow, mas foi um recurso bem utilizado aqui).

Strong Together


image


Em um segundo episódio extremamente divertido e importante, “Stronger Together”aborda algumas das questões mais interessantes sobre os super-heróis. Por que uma identidade secreta idiota ainda funciona? Como super-heróis pagam o aluguel? O que acontece depois que o super-herói aterrissa um avião no meio de um rio e deixa lá? Este episódio lida com tudo isso habilmente, respondendo as perguntas que nunca são feitas.
Por que super-heróis fortes que nunca precisam aprender a lutar é outra questão importante abordada aqui.

Mostrar as desvantagens iniciais de ser um super-herói foi genial principalmente cena em que a irmã de Kara a enfraquece com kryptonita para mostrar como seria lutar com alguém com a mesma força que ela. 
Preciso chamar a atenção para os efeitos especiais, definitivamente a CBS investiu muito nisso, algo que já havia sido avisado pelo produtor Greg Berlanti. Se em Arrow e The Flash, com um orçamento super limitado, Greg já fez um milagre, imagine em Supergirl. Só o voo precisa ser melhorado, foi um péssimo efeito, mas que é compensado pela visão de calor que é muito legal (apesar de eu ainda não entender porque ela é azul).

Por falar em The Flash e Arrow, é difícil saber se eles fazem parte do mesmo universo ou não principalmente agora com o desenvolvimento do Multiverso em The Flash. O produtor da série disse que ela deve seguir seu próprio caminho por enquanto, mas que no futuro os heróis vão se encontrar. Será que o Aquaman existe no universo de Supergirl? Ele não deve ter ficado muito feliz com o derramamento de petróleo que ela provocou.

E sobre o vilão da semana, a série poderia ter usado um vilão bem melhor do que um hellgrammite. Mas pelo menos ele não foi o foco do episódio, essa parte fica por desenvolver o personagem da General Astra e seus planos de forma mais cuidadosa. As motivações dela para querer dominar National City ainda não estão claras, mas eu espero que sejam boas, porque não tem nada pior do que um vilão com motivações fracas. Só mais uma coisa, tem muito mais kryptonianos vivos do que qualquer um poderia imaginar. É como em Doctor Who, o último Time Lord vivo… só que não. 

O trabalho de Melissa Beniost como Supergirl está simplesmente maravilhoso e estou simpatizando cada vez mais com a atriz, e personagem. Em relação ao elenco, só tenho uma dúvida: Laura Benanti e sua jornada dupla como Alura/Astra. Mas por falar nela, a cena mais bonita do episódio fica por conta da interação de Kara e o holograma de Alura.


image


A cena sim foi bonita e emocionante, mas o holograma em si… Nos filmes antigos, em Smallville e em Homem de Aço, o holograma do Jor-El se era como se fosse uma pessoa de verdade. Já Alura ficou robotizada, dizendo que o que era e o que não era programada para fazer e falando de si mesma na 3ª pessoa. Uma interação mais realista, ao invés da Siri teria sido melhor.

Apesar dos pequenos detalhes, que costumam se acertar com o desenvolver da história, é difícil imaginar uma série de super-herói tendo um começo tão forte quanto Supergirl em seus dois primeiros episódios.

COMENTÁRIOS

Nome

Amazon,1,Bertrand Brasil,1,Bethesda,1,Book4You,1,Cartoon Network,1,CD Projeckt RED,1,Cinema,23,Consoles e PC,6,Cosplay,1,Críticas,3,Críticas em Série,28,CW,8,DC,12,Disney,1,Doctor Who,15,EA Acess,1,EA Games,1,Editora Aleph,1,Editora Dame Blanche,1,Editora DarkSide Books,1,Editora Draco,7,Editora Hedra,1,Editora Lendari,2,Editora Mundo Uno,1,Editora Novo Conceito,1,Editora Record,2,Editora Seguinte,1,Editora Selo Jovem,6,Especiais,9,Especial Natalino,1,eventos,3,Fear The Walking Dead,1,FML Pepper,1,Fotografia e Arte,2,Galera Record,1,Gameplay,1,Games,4,Géssica Marques,2,Globo Alt,1,God Hand,1,Gone Home,1,Guardiões da Galáxia,1,Harry Potter,2,Heroes,2,Heroes Reborn,2,HQs,3,HQs e Mangás,5,Hulu,1,Independente,4,Indiecacao,3,Into The Badlands,1,Inverso,1,iOS,1,Iron Heart,1,Iron Man,1,It: A Coisa,2,iZombie,1,J. R.R. Tolkien,1,J.K. Rowling,1,Jessica Jones,1,Joe Schreiber,1,Jogos,16,Johnny Depp,1,Journey,1,Joyland,1,Jumanji,1,Justiceiro,1,Karen Alvares,1,Kingdoms of Amalur,1,lançamentos,2,Lançamentos Editoriais,1,lancamentos-livros,4,Leonardo DiCaprio,1,Life is Strange,2,listas-series,1,Livros e HQs,63,Maníacos Por Comics,1,Marcas da Guerra,1,Marjane Satrapi,1,Maroon 5,1,Marvel,5,Maze Runner,1,Mestre Gil de Ham,1,Mirror's Edge,1,Mobile,2,Moda e Estilo,1,Mr. Robot,1,Mulan,1,Mulher Maravilha,1,Mulheres,1,Música,6,musica-nerd,1,Mystery Box,1,Não Pare!,1,NerdJam,2,NerdLoot,1,NerdSpell,1,NerdStuff,6,Netflix,6,Netflix vs Prioridades,1,News,49,Notícias,1,Novembro de 63,3,O Despertar da Força,3,O Prisioneiro dos Daleks,1,O Último Gargalo de Gaia,1,Okami,1,Oscar,1,Overwatch,1,Parceria,8,Passengers,1,PC,1,Penny Dreadful,1,Pennywise,2,Persépolis,1,Playstation,9,Poeme-se,1,Pokémon GO,3,Porcelana,2,Preacher,2,Prêmio Nobel de Literatura,1,Promoções e Sorteios,4,Prova de Fogo,1,PS3,1,PS4,3,Punho de Ferro,1,Queen,1,Rami Malek,1,Resenhas,32,Resident Evil,1,Resident Evil VII,1,reviews-games,7,Revista Avessa,1,Revista Geeks,1,Revista TIME,1,Riri Williams,1,Rogue One,2,S.K. Treymane,1,Sense 8,1,Séries e TV,48,Setembro Amarelo,1,Singularity,1,Sir James Matthew,1,Sony Pictures,2,Square Enix,1,Star Trek,1,Star Wars,7,Stephen King,5,Stranger Things,1,Supergirl,2,TAG,1,Tech,3,Tecnologia,1,Testes e Quizzes,3,The Beatles,1,The Flash,5,The Game Awards,1,The Walking Dead,1,The Witcher,3,The Witcher III,2,Trailers,13,Trevor Baxendale,1,Troopers da Morte,1,TV Show Time,1,Única Editora,1,Van Helsing,1,Vanquish,1,Voo Fantasma,1,VR,1,Warner,3,Wattpad,1,Wayne de Gotham,1,Wild Hunt,1,WMF Martins Fontes,2,Wonder Woman,1,Yellow Submarine,1,
ltr
item
NerdSide Blog: Crítica | Supergirl: Pilot/Strong Together
Crítica | Supergirl: Pilot/Strong Together
https://66.media.tumblr.com/b193ad0f4f3de7047f97ed8ba3ffd05c/tumblr_inline_nxd39qd7gE1tb7gy8_500.png
NerdSide Blog
http://www.nerdsideblog.com/2015/11/critica-supergirl-pilotstrong-together.html
http://www.nerdsideblog.com/
http://www.nerdsideblog.com/
http://www.nerdsideblog.com/2015/11/critica-supergirl-pilotstrong-together.html
true
69582135316299022
UTF-8
Posts Carregados Nenhum post encontrado VER TUDO Leia Mais Responder Cancelar Resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver Tudo Recomendado Para Você TAG ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nenhum resultado encontrado Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copiar Selecionar All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy