Resenha | Zumbeatles - Paul está morto-vivo, de Alan Goldsher

image
Autor: Alan Goldsher  | Editora: Galera Record | Páginas: 352 | Ano: 2016 Categoria: Fantasia | Indicação: +18

Livro cedido em parceria com a Editora Galera Record
Sinopse: A verdadeira invasão britânica chegou. Eles estão mais mortos-vivos do que nunca. Nessa divertida releitura da trajetória da mais famosa banda inglesa, acompanhamos os principais acontecimentos na vida desses mitos do século XX… porém com um pequeno detalhe: os músicos são zumbis. Não os lentos e imbecilizados zumbis aos quais estamos acostumados. Mas zumbis espertos, rápidos e cheios de sex appeal. Além de alguns truques de controle mental. Entre sangue, suor, guitarras e iê-iê-iê — e a perseguição do implacável caçador de zumbis Mick Jagger —, eles são atacados por uma ninja do oitavo nível, Yoko Ono, condecorados pela rainha e consolidam uma invasão mundial.
Para começar a falar de Zumbeatles, primeiro preciso esclarecer algumas coisas sobre o título. No original em inglês o livro é chamado ‘Paul is Undead: The British Zombie Invasion’ (Paul não está morto: A invasão dos zumbis britânicos, em uma tradução livre), fazendo uma brincadeira com a famosa teoria de que Paul McCartney teria morrido em um acidente de carro no auge de sua carreira e sido substituído por um sósia para que a banda pudesse continuar. No entanto, Alan Goldsher e sua editora cometeram uma tremenda gafe, dando a entender que o livro seria focado na história de Macca, quando na verdade não é bem isso. 

O livro é descrito como uma biografia da banda como um todo e, se fosse para ser sobre um Beatle específico, este provavelmente seria John Lennon. Então, por que colocar o Paul como destaque no título? Parece que Alan Goldsher perde a coerência, mas não perde a piada. Conscientemente ou não, a Galera Record consertou este deslize mudando o título para ‘ZumBeatles’ (junção das palavras Zumbi + Beatles, caso alguém ainda não tenha sacado), título que faria sentido até em inglês, era só mudar para ‘ZomBeatles’.

image
Zumbeatles - Ilustrações por Jeffrey Brown Comics
 A trajetória dos Beatles já foi contada várias vezes e em diferentes biografias, todos conhecem a pequena bandinha de Liverpool que se tornou a maior banda de rock de todos os tempos. Agora imagine John, Paul e George zumbis, e Ringo um ninja do sétimo nível. Duvido você já ter lido algo parecido.

O beatlemaníaco Alan Goldsher dedicou anos e muito dinheiro, além de ganhar algumas cicatrizes como brinde, para escrever ZumBeatles, a mais completa e esclarecedora biografia dos Fab 4. Nesta biografia fictícia, Alan entrevista os próprios livepurdianos e diversas pessoas ligadas à banda, como Brian Epstein e George Martin, para traçar o caminho percorrido por nossos zumbis favoritos até chegar noTOPPERMOST OF THE POPPERMOST!

Nessa jornada em busca de informações sobre a história do The Fab 4, ele passa por situações bizarras, como uma visita ao sistema de esgotos nada agradável de Nova Iorque e uma noite memorável entre vampiros em Ibiza. Alan Goldsher precisou ir do céu ao inferno, literalmente, para conseguir as preciosas informações contidas em Zumbeatles.
image
John Lennon zumbificando McCartney - Ilustrações por Jeffrey Brown Comics

John Lennon foi transformado em zumbi muito antes de se tornar um beatle, quando era um bebê. Goldsher tenta narrar os fatos da melhor forma possível, mas nem mesmo Lennon tem certeza de como aconteceu e ele não costuma falar muito sobre o assunto, por isso muito do que é apresentado não passa de especulação. 

Primeiro preciso esclarecer que, diferentemente dos zumbis clássicos - como os de The Walking Dead - os zumbis livepurdianos  não são feios, irracionais e sangrentos. As vítimas do Processo Liverpool, como foi chamado o processo de zumbificação em massa em Liverpool, são mais sociáveis e charmosos, sendo mais rápidos e fortes, além de possuírem poderes mentais, como hipinose. Eles também são imortais, sendo a única forma de matar um zumbi no universo de Alan Goldsher acertando um deles com uma bala de diamante. Ou tendo uma boca relativamente avantajada e beijando seu coração, como mais tarde eu viria a descobrir.

Quando John percebe que possivelmente irá viver eternamente na solidão, ele decide começar o processo de transformar algumas pessoas com as quais ele gostaria de viver eternamente. Sua primeira vítima foi Paul McCartney e o principal motivo para a transformação foi o incrível talento do menino Macca. O mesmo aconteceu com George e o único motivo para Ringo não ter seguido o mesmo destino é porque ele já era um ninja.

image
Zumbeatles - Ilustrações por Jeffrey Brown Comics 
Lennon queria dominar o mundo e, mesmo prometendo não usar seus poderes de hipnose para fazer as pessoas comprarem os discos dos Beatles, por vezes a condição de zumbi acaba sendo alavancando a carreira dos meninos, ainda que essa nem seja a motivação para suas ações.

Grande parte das histórias contadas pelos entrevistados do livro tem um fundo de verdade, basta que você imagine que antes de chegar até você, elas passaram por uma lente de ficção muito surreal. Por outro lado, algumas histórias fictícias são recorrentes na leitura: é o caso da inimizade de Rod Argent por sua banda se chamar The Zombies, as tentativas de Ringo Starr subir um nível ninja e o vocalista da banda Rolling Stones, Mick Jagger, ser um caçador de zumbis e querer acabar com os Beatles. 

Além de Mick Jagger, outros astros são entrevistados no livro, desde músicos como Bob Dylan até o cineastra Steven Spielberg, a Rainha Elizabeth e até mesmo Jesus. Passando pelo início da amizade de John e Paul, os shows no Cavern Club e outros momentos marcantes, como a ida aos Estados Unidos, Zumbeatles ao mesmo tempo que garante algumas boas risadas por sua insanidade, traz uma rica história da banda que dominou o mundo. 
image
Instrumentos quebrados também eram parte da rotina  - Ilustrações por Jeffrey Brown Comics 
O lema Todos pelos zumbis, e os zumbis por todos foi o que manteve a banda unida por tanto tempo e, a não ser que os hormônios descontrolados de zumbi falassem mais alto, os quatro se davam bem grande parte do tempo. Eles se amavam, de verdade, por isso não era difícil que estivessem destacando os membros uns dos outros num minuto e no próximo já estivessem prontos para lutar contra o caçador de zumbis ou Yoko Ono, a ninja do nono nível que tentou enfeitiçar John com seu amor.
Toda vez que John, Paul e George faziam algo que não deviam, sempre botavam a culpa na natureza zumbi. Como ‘Ah, não pudemos evitar matar todo mundo no Cavern Club; foi nossa natureza zumbi’. Ou ‘Ah, não pretendíamos destruir o estúdio da EMI; foi nossa natureza zumbi’. Eles tinham um bocado de livre-arbítrio; só não o usavam o tempo todo. 
Uma característica marcante de Zumbeatles é o conteúdo adulto: muito gore (zumbis são violentos e precisam de cérebros para se alimentar); nenhum limite ao falar de sexo ou de como os zumbis liberam uma substância apelidada de posperma, que é nada mais do que esperma em pó; abuso de drogas; muitos palavrões e um humor pra lá de ofensivo em certas ocasiões.

Essa definitivamente foi uma das partes que mais me incomodou, não porque eu ache sexo ou palavrões coisas imorais, mas pela forma que certas coisas são tratadas. Falar de ‘escravas sexuais’ com a naturalidade que é feita no livro, como se hipnotizar mulheres para poder fazer sexo com elas fosse a coisa mais natural do mundo… Desculpa, mas não consigo aceitar e isso definitivamente me fez querer parar de ler Zumbeatles em certos pontos. Obviamente existe aqui uma relação com as famosas Groupies, mas uma coisa é você QUERER ter relações íntimas com rockstars, outra é ser hipnotizada e estuprada por eles. 

image

Se a Galera Record fez bonito mudando o título do livro para garantir um pouco de coerência à obra, o mesmo já não podemos dizer da capa. Apesar de muito bonita, a edição brasileira tem um super furo: Ringo, que não é um zumbi e sim um ninja, é representado na ilustração como morto-vivo. O mesmo não ocorre no original, é fácil reparar que o segundo beatle da direita para a esquerda usa um capuz típico dos lordes ninjas.
Independentemente disso, o livro é muito bom e o trabalho feito pela editora na diagramação é simples, porém impecável. A tradução de Rodrigo Tavares Abreu também está muito boa, assim como a revisão. Não me lembro de ter encontrado nem mesmo um único erro. 

Um segundo livro com 83 páginas, chamado Give Death a Chance: The British Zombie Invasion 2, foi lançado em 2012 por Alan Goldsher e acompanha uma segunda turnê americana dos Beatles pela América. O conto ainda não chegou ao Brasil, mas espero que a Galera Record possa traduzi-lo em breve. Enquanto isso você pode comprar a versão e-book em inglês pela Amazon.

image

Para quem quer se divertir e dar um tempo nas leituras mais pesadas, para quem adora zumbis e principalmente para os fãs de Beatles, esta é uma leitura imperdível! E você, o que achou da premissa deste livro? Conte-nos nos comentários!

Compre aqui: Americanas | Submarino | Livraria Cultura | Saraiva

COMENTÁRIOS

Nome

A Casa de Vidro,1,A Colina Escarlate,1,A Espada do Verão,1,A Garota Dinamarquesa,1,A Garota do Trem,1,A Menina Distraída,1,A Noiva Fantasma,1,A Saga do Bruxo Geralt de Rívia,2,A Toca das Fadas,1,A Torre Negra,2,A Última Era,1,Alan Goldsher,1,Alexandra Bracken,1,Alice Através do Espelho,1,Amazon,1,AMC,3,American Horror Story,1,Amnesia,1,Ana Cristina Rodrigues,1,Android,2,Andrzej Sapkowski,1,Animacoes,6,Animais Fantásticos e Onde Habitam,2,Anna Fagundes Martino,1,Antologias,1,Apenas um Show,2,Arkane Studios,1,Arqueiro,1,Arrow,1,Artigos Cinema,4,Artigos Jogos,3,Artigos Literatura,12,Artigos Música,1,Artigos Séries,4,As Gêmeas do Gelo,1,Back To The Future,1,Batman,2,Batman Day,1,Batman: Arkham VR,1,Bear Grylls,1,Bertrand Brasil,2,Bethesda,1,Bienal do Livro 2016,3,Biohazard,1,Blindspot,2,Blood and Wine,1,Bob Dylan,1,Book4You,1,Branca dos Mortos e os Sete Zumbis,1,Bruno Bock e Rolandinho,1,Capitão Planeta,1,Carlos Fleury,1,Carol Rossetti,1,Cartoon Network,1,CD Projeckt RED,2,Chameleon Circuit,1,Charlie Choo-choo,1,Christopher Lloyd,1,Chromecast,1,Chuck Wendig,1,Cinema,21,Clara Madrigano,2,Companhia das Letras,1,Contos,1,Contos do Dragão,1,Cores,1,Cosplay,1,criticas-cinema,3,criticas-series,28,Cthulhu Virtual Pet,1,Curiosidades,1,CW,8,DarkSide,1,Daydream,1,DC,13,DC's Legends of Tomorrow,1,De Volta Para o Futuro,3,Dia da Toalha,1,dia das crianças,7,Dia do Baterista,1,Dia do Orgulho Nerd,1,Dishonored 2,1,Disney,1,Doctor Who,16,Douglas Adams,1,EA Acess,1,EA Games,1,Editora Aleph,1,Editora Dame Blanche,1,Editora DarkSide Books,1,Editora Draco,7,Editora Hedra,1,Editora Lendari,2,Editora Mundo Uno,1,Editora Novo Conceito,2,Editora Record,3,Editora Selo Jovem,6,Ensaio Sensual,1,Especial Natalino,1,Estilo,1,eventos,3,Fábio Yabu,1,Fear The Walking Dead,1,FML Pepper,1,Fotografia,1,Galera Record,1,Game of Thrones,1,Gameplay,1,Games,4,Géssica Marques,2,Gilmore Girls,1,God Hand,1,Gone Home,1,Google,1,Google Wifi,1,Guardiões da Galáxia,1,Guilhermo Del Toro,1,Halloween,1,HarperCollins,1,Harry Potter,4,Heroes,2,Heroes Reborn,2,Hijab,1,HOP,1,Horror em Gotas,1,HQs,7,Hulu,1,Indiecacao,3,Into The Badlands,1,Inverso,1,iOS,2,Iron Heart,1,Iron Man,1,It: A Coisa,2,iZombie,1,J. R.R. Tolkien,1,J.K. Rowling,1,Jackaby,1,Jessica Jones,1,Joe Schreiber,1,jogos,16,Johnny Depp,1,Journey,1,Joyland,1,Jumanji,1,Justiceiro,1,Karen Alvares,2,KDP,1,Kindle,1,Kingdoms of Amalur,1,lançamentos,4,lancamentos-cinema,2,lancamentos-livros,7,Leandro Souza,1,LEGO,1,Leonardo DiCaprio,1,Life is Strange,2,Liga da Justiça,1,listas-series,1,Livros e HQs,63,Lobo da Estepe,1,Lost,1,Maníacos Por Comics,1,Marcas da Guerra,1,Marjane Satrapi,1,Maroon 5,1,Marvel,5,Maze Runner,1,Mestre Gil de Ham,1,Microcontos de Fadas,1,Mirror's Edge,1,mobile,3,Mr. Robot,1,Mulan,1,Mulher Maravilha,2,Mulheres,1,Música,6,musica-nerd,1,Mystery Box,1,Nancy Holder,1,Não Pare!,1,NerdJam,1,NerdLoot,1,NerdSpell,1,Netflix,7,Netflix vs Prioridades,1,News,53,Novembro de 63,3,Novo Conceito,1,Novo Século,1,O Despertar da Força,3,O Futuro Vem da Tinta,1,O Guia do Mochileiro das Galáxias,1,O Prisioneiro dos Daleks,1,O Último Desejo,1,O Último Gargalo de Gaia,1,Okami,1,Oscar,1,Overwatch,1,Parceria,9,Passengers,1,Paula Hawkings,1,PC,1,Penny Dreadful,1,Pennywise,2,Persépolis,1,Pipocando,1,Pixel,1,Playstation,9,Poeme-se,1,Pokémon GO,3,Por Enquanto,1,Porcelana,2,Preacher,2,Prêmio Nobel de Literatura,1,Promoções e Sorteios,5,Prova de Fogo,1,PS3,1,PS4,3,Punho de Ferro,1,Queen,1,Rami Malek,1,Resenhas,32,Resident Evil,1,Resident Evil VII,1,reviews-games,7,Revista Avessa,1,Revista Geeks,1,Revista TIME,1,Rick Riordan Magnus Chase,1,Riri Williams,1,Rocco,1,Rogue One,2,S.K. Treymane,1,Sailor Moon,1,Scott Pilgrim,1,Seguinte,1,Sense 8,1,Series e TV,48,Setembro Amarelo,1,Singularity,1,Sir James Matthew,1,Sony Pictures,2,Square Enix,1,Star Trek,1,Star Wars,9,Stephen King,7,Steppenwolf,1,Steven Universe,1,Stranger Things,1,Suma de Letras,1,Supergirl,3,Superman,1,TAG,1,Tech,4,Testes e Quizzes,4,The Beatles,1,The Darnish Girl,1,The Flash,7,The Game Awards,1,The Walking Dead,1,The Witcher,5,The Witcher III,2,Tim Burton,1,Toy Story,1,Trailers,13,Trevor Baxendale,1,Troopers da Morte,1,TV Show Time,1,Um Gato de Rua Chamado Bob,1,Única Editora,1,Valentina,1,Van Helsing,1,Vanessa Bencz,2,Vanquish,1,Vans,1,Voo Fantasma,1,VR,1,Warner,3,Wattpad,1,Wayne de Gotham,1,Wild Hunt,1,William Ritter,1,WMF Martins Fontes,1,Wonder Woman,1,Xbox,6,Xbox 360,1,Xbox One,1,XONE,1,Yangsze Choo,1,Yasmin Moraes,1,Yellow Submarine,1,Zumbeatles,1,
ltr
item
NerdSide Blog: Resenha | Zumbeatles - Paul está morto-vivo, de Alan Goldsher
Resenha | Zumbeatles - Paul está morto-vivo, de Alan Goldsher
http://66.media.tumblr.com/e27c1868062346d180960cd353385568/tumblr_inline_oagjwdiMhP1tb7gy8_540.png
NerdSide Blog
http://www.nerdsideblog.com/2016/07/resenha-zumbeatles-paul-esta-morto-vivo.html
http://www.nerdsideblog.com/
http://www.nerdsideblog.com/
http://www.nerdsideblog.com/2016/07/resenha-zumbeatles-paul-esta-morto-vivo.html
true
69582135316299022
UTF-8
Posts Carregados Nenhum post encontrado VER TUDO Leia Mais Responder Cancelar Resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver Tudo Recomendado Para Você TAG ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nenhum resultado encontrado Voltar ao Início Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copiar Selecionar All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy